domingo, 18 de março de 2012

Escuro


Escuro.


 

   Labirinto negro escuro apagado

   Onde a alma cai, e  encontra outras almas

   Para enxergar outras almas e ouvi-lás

   É preciso saber da morte, que se  esta morto

   Não pode desejar a vida, nem a luz.

   Se desejar a luz, está se apagara

   Se desejar a vida está se distanciara

    Haverá apenas mais labirinto, mais morte

   Na morte tem que se respeitar a morte.

   Na vida tem que se respeitar a vida.

 

  Se entende que está morto, não desespere

  Não lamente

  Aprenda que se esta morto

  Antes aprendeu que estava vivo

  Leve da morte apenas a morte

  Assim como leve da vida apenas a vida.

 Assim como a vida,

 A morte não é eterna.